Fundada aos 14 de abril de 2006 pelo Jornalista Eraldo de Freitas - E-mails: redacao@sbcbrasil.com.br

Cidadão Repórter

(65)9966-5664
Várzea Grande(DF), Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2021 - 15:31
02/12/2020 as 13:20:32 | Por Gazeta Digital | 336
Atendimentos de covid em Sorriso tem aumento de 153% em novembro
Na primeira semana do mês foram 354 atendimentos, que subiram para 898 entre os dias 22 e 28 de novembro.
Fotografo: Ney Pinheiro/Assessoria
Atendimentos de covid em Sorriso tem aumento de 153%

Os atendimentos de casos de covid-19 no Hospital de Campanha de Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá) tiveram um aumento de 153,6% entre a primeira e a última semana de novembro. Na primeira semana do mês foram 354 atendimentos, que subiram para 898 entre os dias 22 e 28 de novembro.
 
O aumento pode ser um indicativo que Mato Grosso está entrando na “segunda onda” da pandemia, após passar por um período de relativa tranquilidade e queda dos casos da doença.
 
Em Sorriso, o Hospital de Campanha já atendeu cerca de 30 mil pessoas durante os 7 meses de funcionamento com equipes 24 horas, o que significa mais de 4 mil pessoas atendidas por mês.
 
“Na primeira semana de funcionamento do HC atendemos 195 pacientes. Esse número chegou a 2.058 atendimentos na semana de 12 a 18 de julho. A partir daí, os números foram caindo até chegar a 354 atendimentos na primeira semana de novembro”, explica o secretário de Saúde, Luís Fábio Marchioro.
 
No entanto, a preocupação é com o novo aumento dos casos de covid-19. “Na última semana, de 22 a 28 de novembro, foram 898 pessoas atendidas no Hospital de Campanha”.
 
O secretário argumenta que existe um cansaço por causa de tantas medidas, mas que ainda não é hora de descuidar. "Enquanto houver a circulação do vírus e não houver imunidade, nenhuma ação é isenta de riscos. É importante que a população continue com os cuidados essenciais como o uso de máscara, a higienização das mãos e a distância mínima entre as pessoas”.
 
Em Sorriso, 7.209 pessoas já foram diagnosticadas com o novo coronavírus, das 279 ainda estão com o vírus. Atualmente 11 pacientes estão internados por causa da doença, que já matou 112 moradores da cidade. (Com informações da assessoria)




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil