Fotografo: Reprodução/Record
...
Sabrina Paiva

Antes da prova do fazendeiro, disputada na noite desta terça-feira (5) em A Fazenda 11, Sabrina disse ter escutado uma ofensa racista de alguém da produção do reality rural da Record.
 
Em conversa com Hariany e Andréa Nóbrega, a miss comentou que foi pegar água na cozinha e escutou uma voz vinda do "vidro" que falou "senta aí, macaco". 
 
"Eu acho que aquilo foi para mim, de verdade. Eu era a única que estava tomando água. Estava todo mundo sentado, aí eu ouvi alguém dizer: 'Senta aí, macaco' e um palavrão", disse Sabrina. 
Hariany confirmou: "Ele falou sim, senta aí logo, macaco." Sabrina complementou: "Juro, no vidro. Eu não estou surda."
 
Na sequência, a conversa entre elas foi cortada e foi mostrado os peões na sala. Mais tarde, Sabrina ganhou a prova do fazendeiro em disputa com Andréa e Thayse. 
 
No Twitter, os internautas logo começaram a cobrar uma atitude da Record para apurar e punir o caso. A hashtag Sabrina merece respeito se tornou um dos assuntos mais comentados da rede social.
"Racismo é crime. @recordtvoficial achem o dono dessa voz!", disse um internauta. 
 
Procurada, a assessoria da Record não se manifestou até a publicação deste texto.